Ahhhhhhh, o Baile…

Sim, para surpresa de ninguém, a Grifo todinha bailou daquele jeito

//Por Beatriz Lenzi, especial para a Salseiro//

Como já era de se esperar,  a gente mostrou de novo que a festa aqui se faz, e olha, não foi pouca festa não.

Ainda bem que esse texto é escrito e não gravado, porque eu ainda estou sem voz depois de tanto cantar e pular na aula de bateria que a Pegada Monstro nos deu – com direito a show de fumaças e sinalizadores para colorir o céu da nossa saudosa maloca. Se já não fosse o bastante, teve muito funk e um bom pagodão pra alegrar o morro.

E quando a gente já achava que não tinha como melhorar, BOOOOM, tequila pra todo mundo. Aí a bagunça tava formada, né? Não tinha como ser diferente. Cerveja gelada, canelinha infinita, catulove -vulgo catuaba- em todas as canecas, muita sarrada, muito passinho e, por último, mas não menos importante, uma baita integração com todo pessoal da PucCamp, que trouxe a Morsa em peso pro Morro do Grifão. Resultado geral: OPEN DE AMOR PRO BAILE TODO!

biafe2

Bia (esq.) e Fê, sua alma gêmea por parte de simpatia, cachaça e olhar

Gostaria de contar mais, mas, NÃO SEI POR QUE, minha memória da festa acaba aqui. Porém, as lentes da nossa pimentinha querida estavam atentas a todos os movimentos, e como contra fatos (ou fotos) não há argumentos, nem adianta lançar aquele famoso “Quem viu, mentiu”.

Agora é recuperar a dignidade, quer dizer, energia, e aguardar ansiosamente a Poderoso. E olha, é pra ficar ansioso MESMO, porque tem muita coisa boa vindo por aí.

Beijinhos, Bibi ama vocês <3

Beatriz Lenzi faz Publicidade e Propaganda na Anhembi de segunda a quarta e levantamento de copos às Quintas no Instituto de Ensino Muralha Bar

Baile da Pegada – Morro do GRIFÃO
15/10/2016
Fotógrafo: Erik Rifonas
Local: Barroca Zona Sul

Comentários

Comentários

Você pode gostar...